Nublado

21°C

Montenegro

Nublado

Umidade: 94%

Vento: 1.61 km/h



Sexta, 11 Outubro 2013 10:04

Rose traz dados alarmantes sobre o câncer de mama no estado e estimula o movimento Outubro Rosa

Publicado por 
Avalie este item
(0 votos)

A Vereadora Rosemari Almeida (PP) divulgou o movimento "Outubro Rosa", realizado em todo o mundo, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnostico precoce do câncer de mama. Uma iluminação especial foi colocada na frente da Câmara de Vereadores, com holofotes de luzes cor de rosa, sinalizando o apoio à causa.
A iluminação permanece até o dia 31 de outubro. "Demonstrando que essa casa é parceira e se preocupa com esse assunto tão importante", disse. A vereadora trouxe um levantamento sobre o Outubro Rosa. Rose explicou que o movimento começou a surgir em 1990 na primeira "Corrida pela Cura", na cidade de Nova Iorque. Em 1997, entidades dos Estados Unidos começaram a promover atividades voltadas para o diagnóstico e prevenção da doença, escolhendo o mês de outubro como centro das ações.
Sobre os dados da doença no Rio Grande do Sul, a vereadora revelou números preocupantes. "Um dado assustador é que as gaúchas estão entre as brasileiras com maior risco de desenvolver câncer de mama. Porto Alegre é a capital de mais proporção de casos novos. O Rio Grande do sul é o segundo estado com maior incidência do tumor", esclareceu. Ainda segundo pesquisas do INCA (Instituto Nacional do Câncer) a doença atinge um grande número de brasileiras por ano e é a quinta maior causa de mortalidade no mundo.
Rose concluiu lembrando que as formas para a detecção do tumor são os exames clínicos da mama e a mamografia. "Esses exames devem ser realizados periodicamente", pontuou, pedindo para que as mulheres procurem o exame, disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Ler 1813 vezes